sexta-feira, 19 de outubro de 2018

A Lamentação é Completamente Inútil...

Resultado de imagem para alfredo cunha fotos

Não há dúvida de que é inútil e prejudicial lamentarmo-nos perante o mundo. Resta saber se não é igualmente inútil e prejudicial lamentarmo-nos perante nós próprios. Evidentemente. De facto, ninguém se lamentará perante si próprio, a fim de se incitar à piedade, o que nada significaria, dado que a piedade é, por definição, o voluptuoso encontro de dois espíritos. Para quê, então? Não para obter favores, porque o único favor que um espírito pode fazer a si próprio é conceder-se indulgência, e toda a gente percebe quanto é prejudicial que a vontade seja indulgente para com a sua própria e lamentável fraqueza.
Resta a hipótese de o fazermos para extrair verdades do nosso coração amolecido pela ternura. Mas a experiência ensina que as verdades surgem apenas em virtude de uma pacata e severa busca, que surpreende a consciência numa atitude inesperada e a , como de um filme que parasse de repente, estupefata, mas não emocionada.
Basta, portanto.

Cesare Pavese, in "O Ofício de Viver" 

A Menina Preguiçosa -um conto português...


Filme animação sobre a guerra colonial portuguesa


Estreia a 26 de Outubro uma série de época na RTP 1 - "3 Mulheres”






"3 Mulheres” é uma série de ficção que, a partir das biografias e da intervenção cultural e cívica da poetisa Natália Correia, da editora Snu Abecassis e da jornalista Vera Lagoa (pseudónimo de Maria Armanda Falcão), recorda os últimos anos do Estado Novo entre 1961 e 1973, do início da Guerra colonial à véspera da Revolução de Abril. A ação e os percursos cruzados de mulheres como Snu, Natália e Maria Armanda, são um exemplo de coragem e compromisso com os tempos futuros.

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

«Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?» está de regresso....









Qual foi o livro que mais gostaste de ler até hoje? Já tentaste convencer os teus colegas a lê-lo? Uma iniciativa da VISÃO Júnior e da Rede de Bibliotecas Escolares vai permitir-te fazê-lo de forma divertida!

Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes» desenrola-se durante todo o ano letivo (ver calendário) e qualquer escola, pública ou privada, com turmas entre o 1.º e 12.º ano, pode concorrer. Este é o primeiro ano em que a iniciativa é aberta ao secundário. O regulamento pode ser consultado aqui ou descarregado em pdf.


Resultado de imagem para GIF ATENÇÃO

A primeira tarefa que te será pedida é que apresentes a candidatura do livro que mais gostaste de ler até hoje, preenchendo o formulário que está em http://bit.ly/2oZ2cuu.

Histórias para crianças . A formiga e o gafanhoto..